Vasculite

Vasculite – Como identificar e tratar?

O nome pode parecer estranho, mas vasculite nada mais é do que uma inflamação que atinge os vasos sanguíneos. Ela é uma doença autoimune, isto é: ela surge quando o próprio organismo produz anticorpos que, ao invés de nos proteger de perigos externos como as bactérias e vírus, perdem a capacidade de distinguir quais são os perigos e passam a atacar os vasos sanguíneos e provocam lesões.

Vale ressaltar que as lesões causadas pelas vasculites, dependem da dimensão do vaso sanguíneo afetado, visto que elas podem afetar tanto os pequenos vasos, como os que estão localizados na superfície do tecido, bem como tem potencial para afetar vasos maiores, como os que estão nos rins. Além disso, as vasculites podem ser primárias, quando surgem de forma súbita em um indivíduo saudável, ou secundárias, quando ocorrem em pacientes com outras doenças.

Quer saber mais sobre a vasculite, quais são seus principais sintomas, causas e tratamentos? Então, confira nesse artigo todas as dicas e informações que eu tenho para você!

Quais são os sintomas da vasculite?

Entre os principais sintomas dessa doença autoimune, estão:

  • Dor nas articulações;
  • Dor nos músculos;
  • Fadiga;
  • Febre;
  • Inchaço nas articulações;
  • Irritação na pele;
  • Perda de peso.

Os sintomas variam muito de acordo com o tipo de vaso afetado e a sua localização, por isso, caso haja a desconfiança de que este seja o problema, o mais indicado é procurar um reumatologista o quanto antes para que possa fazer os exames e ter o diagnóstico dado de maneira rápida.

Quais são as causas dessa doença?

As vasculites podem ser causadas por diversos fatores ou agentes. No entanto, entre as causas mais comuns estão as infecções por bactérias, vírus e protozoários que agem diretamente na parede do vaso sanguíneo. Nesse aspecto, também vale ressaltar que a doença pode ser provocada devido ao uso de drogas e a utilização de alguns medicamentos, como penicilina e quinina, por exemplo.

No caso das vasculites secundárias, estas podem ser causadas como consequência de diversos tipos de doenças, como Leucemia, Lúpus, Hepatite e Artrite Reumatoide, entre diversas outras.

Como funciona o tratamento?

Os tratamentos para as vasculites variam de acordo com o tipo da doença e os seus agentes causadores. Para o diagnóstico correto, podem ser realizados exames laboratoriais, como hemograma, Velocidade de Sedimentação (VS), Proteína C Reativa (PCR) e Anticorpos Anticitoplasma de Neutrófilo (ANCA).

Quando o problema de saúde surge em decorrência do uso de drogas, por exemplo, é comum que ele desapareça quando o paciente para de utilizar tais substâncias. Porém, os corticoides normalmente também são utilizados nesse tipo de tratamento.

Já as vasculites sistêmicas são tratadas com medicamentos imunossupressores, doses elevadas de corticoides e, nos casos mais graves, plasmaférese, que é um tipo de tratamento médico no qual utiliza-se uma máquina para remover elementos do plasma sanguíneo que provocam a vasculite. Em todas as situações, é fundamental o acompanhamento de um reumatologista, que é o especialista responsável por indicar o tratamento mais adequado.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como reumatologista em São Mateus.

 

Comentários

O que deseja encontrar?