Reumatologista ou Ortopedista

Reumatologista ou Ortopedista? Quando procurar cada um deles

Quando uma pessoa sente qualquer tipo de dor ou alteração no organismo, a primeira atitude que toma é procurar um médico para descobrir qual a causa daquela dor e como ela pode ser tratada.

Existem especialidades médicas para tratar as mais diversas condições. Assim, quando há dores no peito, procura-se um cardiologista, quando a dor na verdade se trata de uma infecção, o infectologista é o profissional médico adequado, quando ocorre algum problema urinário, recorre-se ao urologista, e assim por diante.

No entanto, algumas condições podem ser tão similares que simplesmente não é possível saber qual especialista procurar, algo muito recorrente com dores nos ossos e articulações. Quando sentem dores nessas áreas, as pessoas não sabem se procuram o ortopedista ou o reumatologista. É justamente a diferença entre uma e outra especialidade que será abordada neste artigo.

Competência do ortopedista

A primeira coisa a se ter em mente é que a confusão entre essas duas especialidades médicas é totalmente normal e justificável, pois de fato cuidam de condições parecidas, apesar de serem diferentes.

De maneira geral, pode-se afirmar que um ortopedista trata de problemas de natureza mecânica e relacionados aos ossos. Apesar de essa afirmação por si só não ser tão esclarecedora, pode-se pensar em exemplos práticos para entender qual a ocupação desse profissional.

Dessa maneira, torções, luxações, fraturas, rompimento de ligamentos e diversas outras patologias, em especial aquelas relacionadas à prática esportiva, são de responsabilidade dessa especialidade médica.

Outra maneira de pensar a ocupação dessa especialidade médica é levar em conta a lesão em si, pois se ela ocorreu depois de algum trauma, como a prática de atividades físicas, muito provavelmente será uma questão ortopédica. Além disso, trata-se de uma especialidade cirúrgica.

Competência do reumatologista

Por sua vez, a reumatologia é uma especialidade clínica e se ocupa de problemas inflamatórios nas articulações presentes no corpo humano (dobra de dedos, joelho, ombro, calcanhar, entre outras) e também dos tecidos que as cercam, incluindo músculos, tendões, ligamentos e, claro, os próprios ossos.

Diferente da ortopedia, os problemas reumatológicos não costumam aparecer após um trauma e, na maioria das vezes, possuem como principal característica o fato de serem crônicos, ou seja, persistirem por um período superior a seis meses.

Exemplos de patologias tratadas por essa especialidade médica incluem a artrite (inflamação das articulações, as “juntas”), artrose (degeneração das articulações), fibromialgia, tendinite e osteoporose.

Vale ressaltar que a reumatologia não exclui a ortopedia, e vice-versa, pois, não raramente, faz-se necessária uma atuação conjunta para resolver determinado problema. Por exemplo, após um trauma que ocasionou a fratura de algum osso, pode haver inflamação das articulações presentes no local, cujo tratamento requeira uma atuação conjunta dos profissionais das referidas especialidades para resolver a situação de maneira mais eficaz.

Dessa maneira, mesmo que haja diferenças entre o escopo de atuação do ortopedista e do reumatologista, ambos são profissionais fundamentais para a manutenção da boa saúde.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como reumatologista em São Mateus!

Comentários

O que deseja encontrar?