doenças autoimunes

O que são doenças autoimunes

Uma doença autoimune consiste em uma condição que se manifesta quando o sistema imunológico do indivíduo se engana e passa a atacar e/ou destruir estruturas e tecidos corporais saudáveis.

E se você pensa que uma condição autoimune é rara, saiba que o conjunto é composto por mais de 80 tipos de doenças.

Entre as mais comuns delas, destacamos a esclerose múltipla, o lúpus, a doença de Crohn, a artrite reativa, a doença celíaca, a hepatite autoimune, o diabetes do tipo 1, a anemia perniciosa, a psoríase e a doença de Graves.

Como surge a doença autoimune

Os leucócitos (glóbulos brancos) atuam na produção de anticorpos e, não à toa, tornam-se os responsáveis pela proteção do nosso organismo contra antígenos (componentes nocivos e invasores). Entre os antígenos mais comuns, temos as bactérias, as células cancerígenas, os vírus e os fungos.

Quando as doenças autoimunes se manifestam, este é um sinal de que o sistema imunológico não consegue diferenciar os antígenos dos anticorpos. Por isso, ele passa a destruir e atacar células saudáveis e normais do nosso corpo, ou seja, células que estão ali para ajudar.

A causa para a condição é desconhecida, porém, sabe-se que ela é mais comum em indivíduos que fazem uso de determinados medicamentos ou quando há predisposição genética.

Os sintomas de doenças autoimunes também são variados, visto que a condição pode se manifestar de modos muito diversos.

Há tratamento para doenças autoimunes?

Sim – e o tratamento vai depender do tipo de condição autoimune identificada no indivíduo.

O tratamento conta com três diferentes objetivos:

  1. Controlar o processo de destruição e ataque das células saudáveis, ou seja, o processo autoimune;
  2. Diminuir os sintomas;
  3. Restabelecer o funcionamento saudável do sistema imunológico – fazendo com que o corpo volte a produzir anticorpos contra antígenos, do modo como deve ser.

Os principais medicamentos utilizados como aliados no tratamento são o prednisona e o meticorten. Tanto a dosagem quanto a permanência do consumo variam de caso a caso, e só podem ser prescritos por um médico.

Apesar da grande maioria das condições autoimunes serem crônicas, uma boa parcela delas pode ser controlada por meio de medicação e tratamento. Já os sintomas, por sua vez, podem aparecer e desaparecer com o passar do tempo.

Infelizmente, pela própria falta de reconhecimento das causas que levam ao desenvolvimento de doenças autoimunes, também não é possível preveni-las.

Há a possibilidade de algum tipo de complicação?

Sim. Infelizmente, condições autoimunes podem resultar em sérias complicações, como crescimentos anormais de órgãos ou alterações em suas funções e destruição de tecidos corporais fundamentais para manutenção de funções vitais do organismo.

Além disso, tecidos ou órgãos também podem ser afetados (de modo reversível ou não) por conta das doenças autoimunes, como é o caso dos vasos sanguíneos, glândulas endócrinas (como pâncreas e tireoide), tecidos conjuntivos, articulações, glóbulos vermelhos, músculos ou pele.

Agora você já conhece bastante coisa sobre as doenças autoimunes, suas principais manifestações, sintomas e causas.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter, e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como reumatologista em São Mateus.

 

 

Comentários

O que deseja encontrar?