mialgia

O que é mialgia?

“Mialgia” nada mais é que o termo médico para designar a dor muscular. Trata-se de um dos tipos mais frequentes e comuns de dor, uma vez que está relacionada aos músculos, que estão presentes em todo o corpo.

A dor muscular está associada principalmente às atividades do dia a dia e surge, de forma mais recorrente, em consequência de uma sobrecarga em um determinado grupamento muscular. É muito comum, também, que a origem desse desconforto esteja associada a quadros inflamatórios.

Estão sujeitos às dores musculares, de uma forma mais intensa, os atletas e praticantes de atividades físicas, que submetem os músculos a maiores riscos de sobrecarga, inclusive sujeitando-os a lesões. Não obstante, há risco de dores musculares também para as pessoas que trabalham sentadas. Por isso, os especialistas recomendam que essas pessoas se levantem e façam alongamento de hora em hora, de modo a atenuar o risco de problemas musculares.

No caso das dores musculares por esforço e sem maior gravidade, a recomendação é a imobilização da área dolorida, descanso, aplicação diária de gelo, por 15 a 20 minutos, uso de bandagem para redução do inchaço e, se possível, elevar o lembro afetado acima do nível do coração.

Casos mais graves

Há alguns casos em que a dor muscular pode estar relacionada a outros fatores, que podem ir de um quadro infeccioso a problemas reumáticos. Síndrome da fadiga crônica, fibromialgia, doenças auto-imunes, esclerose múltipla, malária, toxoplasmose, dengue, febre hemorrágica, poliomielite, ebola, hipotireoidismo, lúpus, polimialgia reumática, dermatosite e até a famosa gripe causam dores musculares.

Em alguns desses casos, a dor deixa de ser local e pode se espalhar por todo o corpo. Nessas situações, sobretudo se a dor for intensa e persistir por período superior a três dias, é recomendável procurar atendimento médico.

As dores musculares podem estar associadas a quadros emergenciais se combinadas com problemas como ganho súbito de peso, retenção súbita de água, redução da quantidade de urina, dificuldades respiratórias, febre, vômito, fraqueza muscular acentuada e dificuldade para movimentar as áreas afetadas.

Numa condição de menor gravidade, as dores musculares podem estar associadas ao uso de medicamentos, como alguns indicados para tratamento de quimioterapia. Nesses casos, os sintomas desaparecem em seguida à supressão do medicamento.

Tipos de mialgia

Podemos citar alguns tipo de dores musculares:

Epidêmica: É a dor causada por uma infecção viral, que afeta a região superior do abdômen e o tórax. É espasmódica, surge subitamente e aumenta com os movimentos e a respiração, causando falta de ar.

Fibromialgia: É a dor generalizada e constante, que envolve também os ligamentos e as articulações.

Polimialgia reumática: Mais comum em pessoas idosas, é combinada com inflamação e rigidez de regiões como ombros, braços, pescoço, nádegas e quadris.

Mialgia do trapézio: É uma dor duradoura, que atinge o trapézio, um músculo do pescoço, associada à atividade repetitiva e a situações de estresse.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como reumatologista em São Mateus!

Comentários

O que deseja encontrar?