bursite

Bursite: causas, sintomas e tratamento

A bursite é uma inflamação na bursa, que consiste em uma bolsa sinovial com líquido, integrando as articulações móveis do corpo humano. Sua função é semelhante à de uma almofada, que impede o atrito entre os ossos e o tendão, evitando seu desgaste. Juntamente com as cartilagens, ela auxilia o pleno movimento das partes corporais.

A inflamação na bursa causa muita dor na região afetada, dificultando mesmo os movimentos mínimos e provocando formigamento e fraqueza muscular. Quando se localiza no ombro, a bursite pode até ter sintomas semelhantes aos de um ataque cardíaco.

Como surge a bursite?

A bolsa sinovial se localiza entre o tendão e a pele ou entre o tendão e o osso. Com líquido no seu interior, ela amortiza os atritos gerados pelos movimentos, dificultando o desgaste dos ossos e dos tecidos ao redor.

A bursite pode ser uma doença aguda ou crônica, de acordo com os fatores que a desencadeiam. Ela pode ocorrer em todas as articulações móveis, mas é muito mais comum nos ombros, cotovelos e quadris.

Sua principal causa é a repetição contínua de movimentos na articulação. Ela também surge após longos períodos de apoio em uma determinada posição, como o ato de se ajoelhar ou apoiar os cotovelos. Permanecer sentado por muito tempo em locais duros e sem conforto também é uma possível causa, assim como traumas ortopédicos, gota, infecção, reumatismo e artrite.

No que diz respeito aos principais sintomas, podemos citar a dor, inflamação, inchaço e dificuldade de se movimentar. Os fatores de risco, por sua vez, são a idade avançada, profissões ou hobbies que exigem movimento repetitivo e pressão nas articulações, diabetes, artrite reumatoide e gota.

Diagnóstico e tratamento da bursite

Com as dores fortes e frequentes, o paciente tende a procurar um médico para identificar a doença. A partir daí, o especialista avaliará os sintomas, fará um exame físico completo e poderá solicitar exames de imagem para a conclusão do diagnóstico.

Em geral, no tratamento básico, é indicado o uso de remédios para controlar a dor, repouso e a aplicação de gelo diretamente no local. Na maior parte dos casos, essas ações já bastam para tratar a doença.

Por outro lado, quando as medidas acima não são suficientes, o médico pode prescrever anti-inflamatórios e antibióticos, injeções de corticosteroide na região afetada, punção do líquido da bolsa quee está causando a inflamação, fisioterapia e até mesmo cirurgia quando os outros métodos não surtem o efeito necessário.

Para prevenir a bursite, use amortecimentos nos joelhos durante o sono, com um travesseiro entre os joelhos. Tenha sempre em mãos remédios para dor e que possam reduzir ou eliminar os sintomas, mas assim que eles surgirem, a região deve ser imobilizada e pode-se ajudar a desinchar com compressas de gelo.

Evite também exercer pressão em alguma parte do corpo, como joelhos e ombros. Fazer alongamentos antes e depois da atividade repetitiva exercida permite a prevenção dos processos inflamatórios.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como reumatologista em São Mateus!

Comentários

O que deseja encontrar?